Cruz Vermelha encerra campanha 'Aqueça São Paulo' e bate recorde de doação com quase 20 toneladas de roupas

 

A apresentadora Ana Maria Braga foi madrinha da iniciativa que beneficiou diretamente 42 mil pessoas de comunidades vulneráveis da grande São Paulo.

A Cruz Vermelha de São Paulo encerra sua 9ª campanha do agasalho com recorde de doação: 19.856,14 quilos de peças de vestuário - quase o dobro da meta estabelecida, de 10 toneladas. A ação, intitulada 'Aqueça São Paulo', beneficiou diretamente 42.934 pessoas de 90 comunidades vulneráveis da cidade, em regiões como Capão Redondo, Guarulhos, Parelheiros, Canindé, Pari, Paraisópolis, Pedreira, Limão e Lajeado.

"Esse resultado só foi possível pela solidariedade da população, pelas parcerias que tivemos e pela dedicação dos voluntários. É muito importante saber que estamos cumprindo com nossa missão de amenizar o sofrimento humano, beneficiando cada vez mais pessoas que precisam desse apoio", afirmou a gerente de Projetos Sociais e Voluntariado, Aline Rosa.

A campanha contou com o apoio de peso de Ana Maria Braga, que se tornou madrinha da iniciativa. A apresentadora fotografou para a instituição e doou sua imagem, divulgada em revistas, sites e mobiliários urbanos. Até esta edição, a maior quantidade arrecadada em campanhas do agasalho foi em 2015 quando a Cruz Vermelha conseguiu 10 toneladas de roupas. "A credibilidade da apresentadora perante o público certamente colaborou para o sucesso da iniciativa. Ficamos honrados com a participação da Ana Maria", disse Aline.

Apoio e parcerias

A Cruz Vermelha contou ainda com a parceria de grandes empresas, estabelecimentos comerciais e instituições educacionais, filantrópicas e religiosas para o recolhimento das peças. Gigantes do varejo como a rede de hipermercados Pão de Açúcar e os shoppings centers Market Place, Iguatemi, JK Iguatemi, Pátio Higienópolis, Morumbi, Vila Mariana e Jabaquara estão entre os que aderiram a ação, além das UniversidadesPaulista e Nove de Julho.

Ao todo foram 177 parceiros, que apoiaram com a instalação de 519 pontos de coleta por toda grande São Paulo. Para facilitar a localização de um ponto de coleta, a Cruz Vermelha lançou um hotsite para a campanha, o www.aquecesp.org.br. Ao colocar o CEP da região desejada, a plataforma indicava os locais mais próximos para a doação.

Além do apoio operacional, a Cruz Vermelha contou com apoio de mídia. As empresas JCDecaux e Otima, responsáveis pela comunicação dos mobiliários urbanos da cidade, cederam espaço para a divulgação da ação. Durante uma semana, 100 relógios de rua e 100 pontos de ônibus da cidade exibiram a campanha Aqueça São Paulo, convidando os diversos públicos a participarem.

Também a Webedia cedeu espaço nos sites TudoGostoso, PureBreak e PurePeople para a iniciativa. Um clique no banner da campanha levava as pessoas para a página de busca por locais de doação, no site aquecesp.org.br.

Atenção na medida

Um dos diferencias da campanha da Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo é a doação sob medida e de boa qualidade. Os voluntários da instituição visitam as comunidades e realizam o cadastramento prévio das pessoas que serão beneficiadas.

Com a entrada de doações, as peças são cuidadosamente analisadas para a montagem de kits contendo calça ou saia, camiseta e agasalho, segundo a numeração do beneficiado e respeitando o costume religioso e a identidade de gênero. Do total de doações, três toneladas foram entregues na ação sob medida.

"Não estamos fazendo um favor, estamos tratando cada pessoa como indivíduo único, com necessidades e características específicas. Todos merecem receber peças em boas condições, que os façam se sentir acolhidos e amparados. Entendemos que a doação deve preservar a dignidade de cada um", pontuou a gerente de voluntariado, Aline Rosa.

A Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo

Fundada em 1912, a Cruz Vermelha de São Paulo atua como parte de um movimento humanitário mundial em benefício de pessoas acometidas por desastres, saúde comunitária e na capacitação em primeiros socorros. Em 2016, cerca de 170 mil pessoas foram beneficiadas com 137 toneladas de doações, enviadas a campanhas de ajuda humanitária e às instituições apoiadas. Mais informações estão disponíveis em www.cvbsp.org.br.