Cruz Vermelha de São Paulo recebe chancela em Primeiros Socorros

 

A Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo foi chancelada no ensino e aplicação das técnicas de Primeiros Socorros pelo Órgão Central da Cruz Vermelha Brasileira. A Sociedade Nacional, com sede no Rio de Janeiro, atestou que a Filial estadual cumpre todos os requisitos estabelecidos pelas Diretrizes Internacionais de Primeiros Socorros e Reanimação, padrão mundial da entidade.

A entrega do certificado foi feita nesta sexta-feira (28), em reunião na sede da Cruz Vermelha de São Paulo. Na ocasião, a presidente da Cruz Vermelha Brasileira, Rosely Sampaio, destacou sua satisfação em ver que a filial paulista se empenhou em cumprir os requisitos necessários para a chancela.

O principal objetivo das novas diretrizes é garantir um padrão de qualidade e excelência no conteúdo dos cursos de Primeiros Socorros oferecidos pelas filiais brasileiras. As orientações foram desenvolvidas com base em evidências e estudos, a partir da experiência em mais de 190 Sociedades Nacionais que integram a Federação Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho.

“Essa aprovação mostra que nossa equipe de Primeiros Socorros está equipada e treinada para prestar atendimentos alinhados com as mais modernas técnicas do mundo. E a formar instrutores que praticarão e transmitirão essas técnicas a defesas civis do Estado de São Paulo, a comunidades carentes, escolas públicas, empresas em geral. As novas diretrizes vão manter a Cruz Vermelha como principal referência em Primeiros Socorros, assim como acontece em muitas partes do mundo”, afirmou o Secretário Geral da Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo, Fernando Ricardo Garzon, que recebeu a aprovação das mãos da presidente Rosely.

O ensino e aplicação dessas práticas é um dos pilares da Cruz Vermelha, que objetiva difundir tais conhecimentos na sociedade a fim de capacitar pessoas a terem uma resposta rápida em situações de emergência, minimizando os danos à vítima e até salvando vidas.