Campanha do Agasalho assiste mais de seis mil pessoas em 2016

 

Depois de selecionar roupas, preparar kits e percorrer o Estado de São Paulo agasalhando famílias, concluímos enfim nossa Campanha do Agasalho de 2016, para a qual dedicamos cerca de oito meses de trabalho intenso.

De fevereiro a setembro, foram 6.103 pessoas atendidas, um total de 7.263 kg de doações entregues. Durante esse período, estimamos que nossos voluntários tenham manuseado cerca de 40 mil peças de vestuário, o que exigiu muito esforço e organização.

“Todo esse processo é necessário porque nossa campanha é minuciosa e bem direcionada. As roupas, cobertores e sapatos que recebemos são analisados e separados para garantir que estejam em condições de uso. Qualquer item sujo ou rasgado segue para o descarte”, explica Aline Rosa, Gerente de Projetos Sociais e Voluntariado da Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo.

Enquanto a triagem dos donativos acontece na sede da Cruz Vermelha, os voluntários realizam o cadastramento de moradores das comunidades e pessoas em situação de rua. Foi assim na Vila Nova Cachoeirinha e no Jardim Princesa, na zona norte, no Jardim Idemori, Jardim Gramado, Imigrantes, Instituto Muda Brasil, Vila São José, Paraisópolis e Recando Interlagos, na zona sul, em Guaianazes, na zona leste, e em Bragança Paulista, São Vicente, Santos e São José dos Campos, na grande São Paulo.

Nessas visitas, os voluntários fazem o levantamento das necessidades de cada membro da família em situação de vulnerabilidade, seja homem, mulher, criança ou idoso, e os tamanhos que vestem. Com isso, eles recebem um kit personalizado com calça, camiseta e blusa, além de produtos de limpeza e itens de higiene pessoal.

“Existem detalhes bem específicos que buscamos atender para que todos recebam o que realmente precisam e com dignidade. Há famílias com mais de dez pessoas, entre elas crianças e idosos. Às vezes, devido à religião, as mulheres não usam calça. Essa informação é incluída no questionário para que ela receba uma saia, por exemplo. Tudo isso é levado em consideração”, observa Aline.

Uma inciativa tão complexa só pode ser desenvolvida a muitas mãos. A Campanha do Agasalho deste ano mobilizou cerca de 100 voluntários e contou com a contribuição de mais de 20 empresas, entre elas o Mercado Livre.

A campanha “Aqueça uma alma! Doe!” foi desenvolvida pela Cruz Vermelha de São Paulo em parceria com o Mercado Livre Solidário, braço social do Mercado Livre. O objetivo era levantar fundos junto aos consumidores do site e comprar roupas, cobertores e produtos de higiene para as famílias cadastradas na Campanha do Agasalho. O resultado: R$ 40 mil arrecadados.

“Foi graças a apoios como esse que mais de mil famílias puderam ser assistidas neste inverno e estiveram mais preparadas para enfrentar as baixas temperaturas. Agradecemos a todos que se solidarizaram com a condição de vulnerabilidade do próximo e prestaram sua ajuda. Meu agradecimento vai para os voluntários, para os parceiros e para essas famílias, que acreditam que podemos realizar um trabalho sério e comprometido”, finaliza.